© Labordental Ltda. Todos os direitos reservados.

Av. Aratãs, 164 - São Paulo - SP - 04081-000
Tel.: (11) 5542.5855 
contato@labordental.com.br
Desenvolvido por

Assine nossa Newsletter!

Solda Dentorium

Composição:

Níquel: 38.5 - 39.8%
Cobalto: 27 - 28%
Cromo: 22-24%
Molibdênio: 5-5%
Intervaldo de fusão: 1200ºC - 1315ºC

Solda para cromo cobalto

Solda Dentorium
Embalagem com 10 varetas
Embalagem unitária
Modo de usar


• Use revestimento especial para soldagem de alta temperatura ou revestimento para fundição sem usar o líquido endurecedor (use água destilada)
• As unidades a serem soldadas devem ficar a uma distância de 0.3mm a 0.5mm (não deixar os metais se tocarem em hipótese alguma). Faça um bloco de revestimento o menor possível pois, o revestimento tende a roubar calor do metal
• Coloque as partes a serem soldadas sempre no alto do bloco de revestimento deixando-as totalmente expostas e somente os bordos cervicais em contato com o revestimento
• Após o revestimento estar bastante seco, remova o acrílico com a chama do maçarico, pois isto reduz a quantidade de carbono criado durante a secagem do revestimento
• Coloque o bloco de revestimento para ser totalmente desidratado no forno à temperatura de 450º C a 540ºC por 15 minutos pois, toda carbonização começa a ser eliminada a 425ºC de temperatura
• Remova do forno e deixe esfriar a temperatura ambiente
• Jateie a ponte através da área de união (e não por sobre ela) com óxido de alumínio, para remoção dos óxidos formados durante a secagem.
• Pegue uma pequena quantidade do fundente “WILLIAMS HIGH-FUSING BONDAL FLUX” e passe somente na região da conexão, remova o excesso e deixe secar
• Reduza a pressão de oxigênio do maçarico para conseguir uma chama redutora azulada que fica entre o fim do cone azul e o início do cone alaranjado. Esta é a chama correta para se soldar pois, o metal tende a oxidar quando é aquecido por uma chama incorreta
• Pegue uma vareta de solda “Dentorium” aqueça sua ponta até torna-la rubra e mergulhe rapidamente no fundente
• Aqueça as partes a serem soldadas com a chama redutora até a temperatura ideal (vermelho brilhante) e introduza a ponta da vareta no sentido vertical (cima para baixo), sem remover a chama redutora da região da conexão, neste momento, ao tocar o metal a solda fluirá ocupando o espaço a ela destinado
• Deixe esfriar normalmente e jateie bem com óxido de alumínio antes de desgastar, pois é mais fácil remover o excesso de fluxo quando ele se encontra mais espesso e portanto mais visível
• A seguir faça o acabamento de forma convencional e jateie

Uma soldagem correta deve apresentar as seguintes características:

• Superfície lisa idêntica às demais áreas do metal.
• Deixar a região soldada com a aparência de um monobloco
• Total ausência de bolhas e porosidades

Teste:

para testar e avaliar o sucesso de suas soldagens coloque a peça no forno a 1010ºC a vácuo por 5 minutos. Com esta temperatura, qualquer resíduo de fluxo fluirá à superfície do metal e será facilmente eliminado. Caso ocorra qualquer problema de distorção é sinal de:
1.Conexões mal delineadas ou muito reduzidas com relação ao tamanho da peça.
2.Solda mal fluída, com bolhas e porosidade interna.
3.Metal de baixa qualidade
> Home > Produtos > Área Laboratorial > Ligas e Soldas > Solda Dentorium
Siga-nos!
Faça sua busca: